Bem vindo à HARTMANN. O nosso site usa cookies que guardam informação sobre a sua visita ao nosso website, a fim de lhe proporcionarmos uma experiência confortável e contínua como utilizador.Se continuar a navegar neste website, está a concordar com a utilização de cookies. Saiba mais sobre cookies na nossa Cookie Policy
bg-country-switch

O sono

São muitos os fatores que podem afetar o ritmo do nosso sono. Com a idade, a necessidade de sono diminui e este torna-se mais leve.

Aproximadamente, um terço das pessoas com mais de 65 anos tem problemas para dormir.

Estas são mais vulneráveis a qualquer fator que afete o sono, como os ruídos ambientais, a administração de um medicamento ou a incontinência urinária noturna. Esta provoca mal-estar, como uma sensação de frio e humidade e, inclusive, irritações cutâneas, que afetam negativamente o descanso.

O IIS, o Instituto de Investigações do Sono, elaborou um relatório sobre a relação entre sono e incontinência urinária.

  • À medida que uma pessoa envelhece, o sono torna-se mais frágil e perturbável.
  • A incontinência urinária noturna é um sintoma que pode afetar de forma profunda a qualidade de vida e do sono.
  • A incontinência urinária pode alterar o sono e causar transtornos na sua manutenção, contribuindo ainda mais para a deterioração da qualidade de vida.
  • A incontinência urinária dificulta a curto prazo a manutenção do sono, ao produzir alterações na temperatura da pele, sensação de humidade e de incomodidade.
  • Além disso, a médio prazo, também pode causar infeções e irritações na pele.
  • Pela sua predisposição para as insónias convém evitar despertar a pessoa cuidada durante a noite para mudar a fralda.
  • A incontinência urinária está associada a um maior número de quedas e de fraturas durante a noite.
  • A absorção e o cuidado da pele proporcionados pelas fraldas são fatores externos que podem influenciar a qualidade do sono.

Recomenda-se utilizar fraldas com capacidade de absorção suficiente para toda a noite e tecnologias para manter as condições ótimas da pele.

Decálogo para dormir melhor

  • Mantenha o quarto às escuras, tranquilo, bem ventilado e com uma temperatura ambiental confortável ao longo da noite.
  • Certifique-se de que o seu colchão não é nem mole demais, nem duro demais. A almofada tem de ter uma altura e densidade adequadas.
  • Faça exercício físico diariamente, se for possível durante cerca de 40 minutos. A atividade física tem de terminar entre 4 e 6 horas antes de se deitar.
  • Não fique na cama mais tempo do que for necessário para dormir. Tente levantar-se todos os dias à mesma hora e procure seguir o seu próprio ritmo de sono.
  • Vá para a cama assim que tiver sono. Não adormeça a ver televisão na sala, já que depois lhe será mais difícil voltar a adormecer na cama.
  • Estabeleça um ritual para se deitar. Ler antes de apagar a luz pode ser útil, sempre que a leitura for ligeira e não estiver relacionada com o trabalho.
  • Se não conseguir adormecer, não se enerve. Em vez disso, concentre-se em pensamentos relaxantes e prazerosos
  • Utilize um absorvente específico que garanta a absorção e mantenha a humidade afastada da pele.
  • Recomenda-se utilizar fraldas com capacidade de absorção suficiente para toda a noite e tecnologias para manter as condições ótimas da pele.

Informação desenvolvida conjuntamente com o IIS, Instituto de Investigações do Sono.