Bem vindo à HARTMANN. O nosso site usa cookies que guardam informação sobre a sua visita ao nosso website, a fim de lhe proporcionarmos uma experiência confortável e contínua como utilizador.Se continuar a navegar neste website, está a concordar com a utilização de cookies. Saiba mais sobre cookies na nossa Cookie Policy
bg-country-switch

Isabel

Há seis anos que cuido da minha mãe, que tem Alzheimer.

É difícil, muito difícil.

Antes cuidei durante cinco anos do meu pai, que tinha Parkinson degenerativo.

Muitas vezes vou-me abaixo. Penso que não vou poder continuar, que já não tenho forças para seguir em frente.

Mas quando ela me dá um abraço e me cobre de beijos sem saber quem sou eu, penso que não há melhor prova de amor.

Ela ama sem saber a quem, só porque por vezes repara que eu estou sempre lá. Eu agarro-me a isso para continuar ao lado dela. Não sei por quanto tempo, mas vou continuar.